Translate / Traduza

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Filhos Saudáveis - Parte II [Irmã Beth]



PARTE II – Filhos Saudáveis

O que destrói a Sociedade hoje é esta visão liberal, onde tudo é permitido e as famílias não sabem quais são os limites que devem dar aos seus filhos.
Alguns pais acreditam que devam permitir que filhos falem com grosseria  com adultos, simplesmente por acreditarem que somente assim eles aprenderão se defender e criar defesas contra as discussões no futuro. Esquecem-se que permitindo que uma criança afronte um adulto, está dando liberdade para que ela perca o respeito pelas pessoas e isto pode acontecer fora de casa, com professores, monitores escolar, a Polícia e qualquer outra realidade. E mais importante, esquecem que seus filhos poderão se levantar contra eles mesmos e contestar a autoridade deles enquanto pais.
Outros pais permitem que seus filhos pequenos maltratem animais e insetos, praticando contra eles todo tipo de crueldade. Sem imaginar que a agressão aos animais pode se voltar aos humanos, já que ao agir de forma agressiva contra animais, eles podem alimentar seu lado psicológico de forma negativa, tornando-se uma criança problema e um adulto psicopata.
As pessoas sempre acreditam que certas preocupações são extremadas, mas é por total falta de atenção. Se observarem bem, notarão que as pessoas que se envolvem em crimes diversos, principalmente os adolescentes, vieram de famílias totalmente desestabilizadas e foram criados por pais que não impuseram limites, sendo assim seus filhos tornaram-se seres irresponsáveis, insensíveis e frios, preocupados apenas com sua própria realização e isto alimentou seus desejos mórbidos de fazer outras pessoas sofrerem. Jovens mal orientados, crescem e tornam-se adultos manipuladores e sendo assim podem manipular também a vida de outros, que não estão ligados por sangue ou sentimentos e claro, podem até matar para saciar seu desejo de poder.
Para evitar problemas como estes, insista com seus filhos, imponha limites, discipline, cobre responsabilidade desde a mais tenra idade. Só assim seus filhos conhecerão limites e saberão que eles existem para serem respeitados.
Desde muito cedo a criança precisa entender que ele esta debaixo da responsabilidade dos pais e que enquanto assim viver deverá respeitar os horários da casa, comunicar onde vai e com quem vai. Para viver de forma segura a criança precisa de regras. E ela só vai respeitar regras se estiver habituada desde a mais tenra idade a viver com elas.
É triste sabermos que hoje jovens de 3 a 15 anos saem para as baladas e não dizem que hora voltam com que vai e voltará e outras informações que lhes garantiriam um retorno passivo. Quantos não voltam mais? E pior, a maioria dos pais no atentam para sua responsabilidade quando algo ruim acontece, culpam Deus, a polícia, o Governo, o diabo e a casa de show, que na maioria das vezes é um beco qualquer. Tudo para não perceberem que sua atitude irresponsável deu ocasião para que o filho menor estivesse na rua fora de hora e andando com desconhecidos.
A maioria das pessoas esquecem que liberdade sem limites é prejudicial.
Você ama seu filho? Corrija-o
Você ama seu filho? Dê limites.
Você ama seu filho? Treine-o.
você ama seu filho? Castigue-o.
Seja claro em suas ordens.
Seja claro em sua disciplina, evitando cobrar algo que não ensinou.
Seja hábil com seu filho e não permita que ele discuta com você. Ele sempre deve saber quem é que manda.
Disciplinem seus filhos com moderação.  Certos castigos podem destruir o seu trabalho, fazendo com que eles cresçam revoltados.
Existe diferença entre  disciplina e agressão e você deve tomar muito cuidado com isto. A agressão é uma atitude criminosa e covarde.
Lembre-se, se você não disciplinar seu filho com amor, alguém vai disciplinar com ódio e a Sociedade, que apoia as Leis que proíbem os tapas, apoiarão aqueles que um dia espancarão seu filho em público.
Pense nisto.

Gratos pelo cometário

Siga-nos no Twiiter