Translate / Traduza

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Cristão ou Gospel? - Os perigos da modernidade cristã.

Cristãos ou Gospels?


Palavra de Domingo



Ser evangélico está na moda.

Será que o mundo precisa de homens
como João Batista? Para gritar
no deserto da atualidade.
À bem da verdade é ser gospel. Para falarmos disso acredito ser necessário começar por falar sobre a origem desta palavra. Gospel, no original Godspell, tem o significado Palavra do Senhor, mas de início era usado no Brasil para denominar as canções cristãs, já que havia certo preconceito contra as coisas evangélicas e seus termos, assim, tudo era gospel e não se falava mais no assunto. Com a onda de conversão e pseudo conversão que assola o Brasil desde o início dos anos 90, a palavra tornou-se aceitável pelos evangélicos.

Os cristãos de hoje esquecem-se que ser diferente é o que prova a nossa filiação. Somos separados do mundo, ou deveríamos ser.

Nosso pastor nos trouxe uma palavra magnífica no que se refere a saída do Egito, mas precisamente sobre a Décima Praga, a morte do primogênitos egípcios. Ele dizia que ao ler a Palavra teve a direção de Deus para entender porque o Senhor, ao dar orientações ao povo hebreu, explicou a Moisés para marcar os umbrais da porta de suas casas com o sangue.

O anjo que viria ceifar as vidas dos primogênitos sabia quais eram as casas dos hebreus, então qual o objetivo desta orientação?

Além de ser um marco para o próprio povo hebreu para que se lembrassem do livramento do Senhor, era para dar-nos a idéia que o povo de Deus tem uma marca. Esta marca hoje não é representativa, como foi o sangue do cordeiro, é real e deve ser notada na diferenciação do mundo.

Se o Sangue de Cristo nos purifica de todo pecado e nos separa do mundo, então o que fazíamos de errado antes da conversão deve ser deixado para trás e visto como abominação (II Coríntio 5,17). O próprio apóstolo diz: O que roubava não roube mais, antes trabalhe para que se torne útil ao seu irmão (Efésios 4,28) e deixa adverte ainda que não devemos dar lugar ao diabo (verso 27).

Deixando para trás a velha criatura e seus hábitos, estaremos nos portando de forma diferente, com o objetivo de agradar ao Senhor e mostrar ao mundo o poder de seu senhorio em nossas vidas.

Jesus levou na cruz os nossos pecados
voltar a eles é tornar inútil seu
sacrifício. Algo pra não esquecer:
Ele disse vou ao
meu Pai,mas voltarei
Principalmente o que é imoral, ilícito e que trás ruína ao nosso novo ser, os vícios que destrói nosso corpo, que agora passou a ser templo do Espírito Santo e assim deve permanecer santificado por sua presença em nós (I Coríntios 6,19). O apóstolo Paulo adverte aos romanos e à nós também que não devemos permitir que o pecado reine em nosso corpo (Romanos 6.12), já Tiago nos diz que devemos nos sujeitar apenas à Deus, quanto ao diabo devemos resistir a ele (4.7).

Ora os frutos da carne são conhecidos de todos nós e devem ser deixados para trás, (Gálatas 5. 19 a 21 e Colossenses 3. 5ao 11), sendo estes: prostituição, feitiçarias, inimizades,porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas bebedices, glutonarias e cousas semelhantes.

Uma vez que alguém se diz convertido e ainda pratica estes erros, não pode se declarar de fato cristão. É válido lembrar que não se pode zombar de Deus e fazer algo que o desagrada é tornar inválida a sua Palavra e ato de zombaria.

Sempre que o povo de Israel deixava de obedecer ao Senhor e seguia aos ídolos dos povos vizinhos, o Senhor os declarava adúlteros, já que para Ele era comparado à prostituição o deixar sua verdade e desprezar sua deidade para dar valor aos deuses pagãos.

Mesmo sendo moda ser crente hoje, ser fiel a Deus é algo bastante diferente. Vê-se por aí que entre as pessoas que ainda mantêm laços com a carta de valores éticos, certos comportamentos da Sociedade é inadequado, feio ou obsceno, desagradando ao próprio homem, que dirá a Deus que é Santo. Aceitar que alguém que declara ser seu servo e seguidor cometer estes atos e expor o nome do Senhor, sem se preocupar em ser um dos que trazem o escândalo ao Evangelho.

Algumas igrejas priorizando a quantidade
tem aceito todo tipo de conversão
Agora além de ser moda ser gospel
ainda existe o Crente
Celebridade.
É claro que a Bíblia diz que escândalos virão, mas deixa claro que seu agente será cobrado em sua responsabilidade.

Com a chegada do Carnaval, por exemplo, muitos que se dizem cristãos – e não são – já preparam seus trens elétricos e suas fantasias para festejarem suas paixões carnais e exercitarem seu ego, além de deixarem seus corpos expostos aos olhos alheios, esquecidos que se entregaram suas vidas à Deus, o Espírito Santo é ciumento.

Fica uma pergunta: que sóis vós, cristãos ou pensam que são? Pergunta esta que se faz necessária frente ao fato que ser cristão é ser protestante e se nos juntamos ao pecado, como podemos protestar contra ele?

Certos comportamentos se pautam num equivoco de interpretação do verso de Romanos 8 que afirma “Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus”, mas isto é uma garantia para os que passaram da morte para a vida, ou seja aceitaram mudar de atitudes.

Que possamos lembrar que somos fonte de água e para matarmos à sede alheia devemos nos manter puros.







**********************************************************************




Gratos pelo cometário

Siga-nos no Twiiter