Translate / Traduza

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Adotados - Por Sergio Carlos da Silveira

Um dia, Deus olhou para este mundo  e reconheceu que nada podia ser feito pelo próprio homem que garantisse que ele seria salvo, então Deus apostou seu Projeto de  Salvação. E foi assim que através do  Sacrifício do Senhor Jesus o homem recebeu a Salvação. Para muitos pode ser incompreensível todo este trabalho para salvar alguém que não se julgava pronto ou merecedor de tamanho amor. Mas para Deus era importante. E Deus amou o mundo de maneira surpreendente (João 3-16)  e por este amor, deu seu Filho como Salvador da Humanidade. Sim, Deus nos ama como um bom Pai e foi para reatar os laços com seus filhos que Ele abriu mão da vida de um Inocente. O amor   que Ele tem por nós é Amor de Pai, que não se corrompe, afinal é: O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (I Coríntios 13-4). Sendo um amor que não busca seus próprios interesses, nos faz lembrar de algo singelo sobre Amor e Adoção:
Debbie Moon, professora do primeiro ano, estava com seus alunos vendo a fotografia de uma família. Na foto, um menininho tinha o cabelo de cor diferente da dos outros. Uma das crianças, Jocelyn, achou que ele era diferente porque devia ter sido adotado, e disse: "Eu sei tudo sobre adoção porque eu sou adotada." "O que quer dizer ser adotado?", perguntou uma outra criança. "Significa," disse Jocelyn, "que você cresceu no coração de sua mãe em vez de crescer na barriga dela."


Assim somos nós, mesmo que o pecado tenha manchado nossas vestes e transformado nossas características pessoais, ainda somos filhos de Deus e fomos resgatados, adotados, pelo sacrifício de seu Filho Jesus na cruz, que nos restaurou de novo a Deus, nascemos do Pecado, mas fomos adotados pelo Amor. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai (Gálatas 4:4-6).

Gratos pelo cometário

Siga-nos no Twiiter