Translate / Traduza

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Conselheiro Cristão – Você precisa estar preparado

Conselheiro Cristão – Você precisa estar preparado

"O homem que ama a Deus é bom conselheiro, porque é justo e honesto, e distingue o certo e o errado" (Salmo 37.30-31).
Vivemos numa época em que as pessoas estão vidradas no Mercado Editorial, lendo todas as novidades no segmento de autoajuda, mas encontrando pouca solução para seus problemas; Na verdade não são apenas os livros de autoajuda que tentam resolver os problemas atuais. Muitos programas de Televisão prometem solucionar até os problemas de relacionamento entre pais e filhos, entre os casais, mas nenhum deles levam em conta o que realmente importa, o aspecto espiritual.
Não é hábito nosso – da IPCO – espiritualizar as coisas, mas tornar tudo material abrange outro extremo e existem situações que afetam sim a vida espiritual das famílias e da pessoa em si. E isto trás à pessoa a necessidade de conseguir encontrar alguém para conversar e esta busca se torna inútil pois muitos não estão preocupados em ouvir de fato alguém, apenas escutam e só. E escutar alguém é algo superficial. Lembre-se de quantas vezes você falou com o porteiro de seu prédio ou com o balconista da padaria, mas ainda lembra destas conversas? Não, pois apenas escutou.
Infelizmente algumas pessoas dizem-se aptas a aconselhar alguém, mas quando esta pessoa se vê frente a alguém que realmente necessita de apoio e conselhos, não consegue diagnosticar a situação, simplesmente porque não tem o hábito de ouvir.
Quando ouvimos alguém, nossos olhos estão atentos a esta pessoa e observamos as mudanças faciais, o desconforto com as mãos e pés, além das oscilações da voz, e, em nós há também estas mudanças. Nós mesmos podemos notar estas mudanças, pois nos tornamos receptivos à outra pessoa, encontramos facilidade em nos colocarmos no lugar do outro e, principalmente, nos interessamos em sermos o canal que Deus vai utilizar para responder as questões a nós propostas.
O Espírito Santo de Deus não habita em corpos imundos, costumamos afirmar, mas h;a algo mais especial ainda: Ele só usa aquele que está disponível.
Sim, se estivermos preocupados com outras questões que não a pessoa que precisa de nós, dificilmente será através de nós que o Senhor vai falar.
Aconselhar uma pessoa é algo especial, seja pelo aspecto social, é estimular o desenvolvimento da personalidade, ajudando a enfrentar de forma mais eficaz os problemas da vida, levar a pessoa descobrir o que o faz desenvolver frustrações e fugir destas situações.
Aconselhar no aspecto espiritual vai mais além, pois pode trazer orientação necessária em todos os momentos, sejam quanto a criação de filhos, problemas no casamento ou trabalho, situação espiritual e compromisso com Deus e, em alguns casos especias, enfrentar a morte.
Sim, aconselhar como cristão envolve ter palavras de encorajamento para as pessoas que perderam seus queridos ou, descobriram que enfrentarão a morte de forma precoce.
Assistir uma pessoa em seus piores problemas é uma das responsabilidade do aconselhador cristão e, para isto é necessário que durante toda a sua vida ministerial, este obreiro esteja ligado no Senhor através de oração, de buscar conhecer a Palavra, ouvir palestras e ler livros sobre relacionamentos humanos em geral. O apóstolo Paulo nos ensina que devemos Examinar tudo e reter apenas o que é bom (Tessalonicenses 5-21) e baseado neste, devemos sim buscar conhecer as pessoas e seus sentimentos através da Leitura. Até porque existem muitos escritores cristãos que se aperfeiçoaram em Psicologia e falam sobre diversos problemas com autoridade e que se permitiram ser usados por Deus para escreverem com sinceridade abrangendo os assuntos de várias perspectivas, e, principalmente no aspecto espiritual.
Na verdade nos apegamos a ideia de que Deus vai nos usar e nos capacitar e vamos esperar isto acontecer, mas Deus espera que nos preparamos sim para o que fomos chamados. Fomos chamados para algo e para fazer isto devemos sim nos preparar. Vamos a Paulo de novo, agora falando ao jovem Timóteo: Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade (2 Timóteo 2:15), ele exorta ao seu amigo que deve se apresentar a Deus como obreiro bem preparado e sendo assim, não se envergonharia. E só maneja bem uma arma quem de fato a conhece, então manejar bem a Palavra da Verdade, significa examinar as Escrituras e estudar bem nos faz seguro.
A própria Palavra diz de si mesma, pela escrita de Paulo a Timóteo: e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra ( II Timóteo 3: 15 a 17), sim aí estão algumas das utilidades da Bíblia: Ensinar, repreender, corrigir, instruir e preparar o obreiro de forma perfeita.
É exatamente para isto que devemos estudar a Palavra, para nos prepararmos melhor para a Obra que o Senhor tem em nossas vidas.


Gratos pelo cometário

Siga-nos no Twiiter